7 de abr de 2014

Biografia Onmyouza

INÍCIO: 1999
STATUS: ATIVOS
TIPO DE SELO: MAJOR
EM JAPONÊS: 陰陽座


O Onmyouza é uma banda difícil de ser categorizada. Os membros apresentam sua música como "Yokai Heavy Metal", com yokai (criaturas do folclore japonês) sendo o tema de muitas de suas canções. Isso, porém, não descreve completamente a gama de estilos que a banda apresenta, incluindo pop, rock, baladas e as composições especiais de seu próprio matsuri (festival tradicional japonês) que terminam todos os shows. Sua música é fortemente influenciada pelo heavy metal ortodoxo, mas há ainda vários aspectos da música tradicional japonesa em suas composições.

A incomum formação, com dois vocalistas, um homem e uma mulher, acompanhados por dois guitarristas e um baterista, reforça o foco da banda em contrastes e opostos, que traz à tona o significado do nome da banda, Onmyouza, "a fusão da luz e da escuridão".



FORMAÇÃO


Kuroneco

Posição: Vocalista
Data de Nascimento: 16 Julho
Altura: 1,57 cm
Peso: 41 kg
Tipo sanguíneo: A
Signo: Câncer





















Matatabi
Posição: baixista e Vocalista
Data de Nascimento: 14 dez.
Altura: 183 cm
Peso: 59 kg
Tipo sanguíneo: 0
Signo: Sagitário






















Maneki
Posição: Guitarrista
Data de Nascimento: 24 Fevereiro
Altura: 160 cm
Peso: 50 kg
Tipo sanguíneo: O
Sino: Peixes























Karukan
Posição: Guitarrista
Data de Nascimento: 30 Abril
Altura: 1,81 cm
Peso: 67 kg
Tipo sanguíneo: 0
Signo: Touros





















Atsushi Kawatsuka
Posição: Bateria
Membro suporte



Tora (1999/2009 - Saiu)
Posição: Bateria
Data de Nascimento: 5 Outubro
Altura: 1,65 cm
Peso: 52 kg
Tipo sanguíneo: 0
Signo: Libra















LINKS

Onmyouza - official site
Onmyouza - official Facebook


BIOGRAFIA

O Onmyouza foi formado em Osaka em 1999 como uma banda de quatro pessoas, consistindo de Matatabi (baixo e vocal), Kuroneko (vocal), Maneki e Karukan (guitarras). A banda fez sua estréia no Osaka Brandnew no dia 20 de junho e, no mesmo dia, lançou sua primeira demo tape, Tsune ni Gessho Wo Motte Senji ni Kuwa wo Nisshin Inyo so min. Nesse ponto eles não tinham um baterista e, para resolver a situação, Tora foi recrutado como baterista suporte.

Durante o verão e outono de 1999, a banda fez alguns shows em Osaka e na áreas próximas. No fim do ano Tora se tornou membro oficial, mas, até então e em seu primeiro álbum, ele é creditado como baterista suporte. Kikoku Tensyo foi lançado no dia 5 de dezembro de 1999 pela gravadora Moryo’s Box. Diferente de outras bandas independentes, o Onmyouza lançou um álbum completo com dez faixas em lugar de singles e mini-álbuns. A banda fechou seu primeiro ano se apresentando no Shinsaibashi Muse Hall, no evento end of the century chapter 4.

O ano seguinte foi bem-sucedido para a banda, com um ritmo de shows regular, o desenvolvimento de uma base de fãs animados e entusiasmados e seu primeiro one-man, trazendo ao Onmyouza reconhecimento e respeito. Em agosto foi lançado o primeiro single da banda, Oka no Kotowari. O ano foi coroado com seu esperado segundo álbum, Hyakki Ryoran. Ambos foram lançados por sua própria gravadora antes de serem relançados pela Mandrake Root.

Em 2001 o Omnyo-za seguia forte, graças a suas apresentações energéticas, suas boas habilidades musicais e se incansável entusiasmo. Logo a banda assinou um contrato com a gravadora major King Records. O Onmyouza fez seu primeiro show major no final de julho e, após uma extensa turnê no restante do ano, lançou seu primeiro single major, Tsuki ni Murakumo hana ni kaze. O ano terminou com a apresentação especial de uma banda de sessão com membros da banda de metal progressivo Gonon-ish e Uchida Yuuichirou, o baixista do Kinnuku Shoujo-tai.

O terceiro álbum do Onmyouza, Kojin Rasetsu, doi lançado no dia 10 de janeiro de 2002. A isso se seguiu o relançamento dos dois primeiros álbuns da banda, assim como de Fujin Kairan, uma compilação com raridades e músicas não lançadas anteriormente. Entre esses lançamentos aconteceram alguns eventos para comemorar os CDs que a banda lançou eu seu primeiro ano major. Então, eles embarcaram em sua primeira turnê nacional.

Matatabi, o principal compositor da banda, sempre mencionou em entrevistas que gostava muito da banda de metal britânica Judas Priest, e esse foi um dos motivos pelos quais a banda gravou um cover (em inglês) da música Beyond the Realms of Death para o álbum A Tribute to the Priest. Antes, a banda já havia gravado The Trooper, do Iron Maiden para outro álbum-tributo, A Tribute to the Beast. Nos dois CDs, lançados em 2002 e 2003, o Onmyouza era a única banda japonesa.

2003 começou com o lançamento do álbum Hoyoku-Rindo, seguido por um par de turnês curtas, mas intensas. O single seguinte do Onmyouza, Hoyoku Tensho, foi lançado no dia 24 de junho e seguido, no dia 25, pelo lançamento em DVD da versão indie em VHS de Hyakki Korinden e do álbum especial ao vivo Sekinetsu Enbu. Então, eles fizeram duas turnês, entre as quais o single Mezame foi lançado.

Novas prensagens dos dois primeiros álbuns da banda, assim como o maxi-single Nemuri, foram à venda em janeiro de 2004. Logo depois, o DVD ao vivo Hakko Ranbu, que continha gravações da apresentação da banda no Electric Ladyland, precedeu outro álbum, Mugen-Hoyo. Diversos eventos fechados aconteceram para promover os lançamentos, incluindo dois especiais para mostrar os dois primeiros score books da banda. Então, o Onmyouza deu início a uma turnê extensa para promover seus lançamentos, e apresentaram seu novo material, para alegria dos fãs. No primeiro dia de sua turnê de outono, eles lançaram o primeiro dos singles da trilogia Yoshitsune. Os outros dois singles foram lançados nos meses seguintes. As três músicas-título dos singles seriam colocadas juntas como uma música de 23 minutos no próximo álbum da banda.

O primeiro lançamento do Onmyouza em 2005 aconteceu em março, um DVD com gravações da turnê Wagashikabane wo Koete yuke, do ano anterior. O DVD, diferente dos anteriores, incluía a gravação de todo o show, incluindo MCs e três encores. O motivo de incluir todo o show era envolver o máximo possível quem o assistisse. O DVD contou até mesmo com Matatabi dizendo aos espectadores que se unissem ao famoso canto "Ooichi ni no saiyodo" durante a música Gainageteya. Em abril a banda lançou o single Kouga Ninpocho, escrito e gravado para o anime "Basilisk". O primeiro show da banda no ano foi um especial apenas para o fã clube no Nogakudo Noh Theatre, em Tóquio. O Onmyouza foi a primeira banda a se apresentar em um palco Noh no Japão. Um DVD o show, intitulado Yugen-Reibu, foi lançado em agosto. Porém, antes do DVD, Garyo-Tensei foi lançado no dia 22 de junho. Vale destacar que o álbum esteve no top 10 da Oricon.

No verão de 2005 foi anunciado que o Onmyouza faria seus primeiros shows fora do Japão. A banda fez três shows, na Bélgica, França e Alemanha, entre 28 de outubro e primeiro de novembro de 2005, além de participar de sessões de autógrafos.

No início de 2006, o Onmyouza lançou o esperado best of duplo Inyo Shugyoku, que incluiu faixas ao vivo e gravações de sua turnê européia de 2005 como bônus da primeira prensagem. As gravações incluíram cenas da banda aproveitando o tempo livre de suas obrigações e deu uma prévia de seu primeiro photo book, Hyaku no Oni ga Oushuu wo Yuku, lançado no dia 28 de fevereiro.

Dois lançamentos ao vivo foram disponibilizados em julho de 2006: o CD duplo Onmyo-Raibu (um trocadilho com a palavra "live") e o DVD duplo Syugyoku-Enbi.

Após uma longa pausa e uma série de shows, um novo single, Kokui no Tennyo, chegou às lojas e foi seguido pelo álbum Maoutaiten, que se focava mais no lado obscuro do Onmyouza e marcava uma leve mudança para um estilo musical mais pesado, se comparado a seu álbum anterior, Garyou Tensei. O novo material de Maoutaiten apareceu no DVD Tenkafubu.

Após um período de silêncio, a banda divulgou novidades sobre um novo single, Kureha, seguido, um mês depois, pelo anúncio de seu próximo álbum, Chimimouryou. Logo depois, o Onmyouza embarcou em sua tradicional turnê de outono/inverno.

Em janeiro de 2009 a banda lançou o single Soukoku/Doukoku, temas de abertura e encerramento do jogo para Nintendo DS "Inugami ke no ichizoku".

Nenhum comentário:

Postar um comentário